Pular para o conteúdo principal

Série: Devocionais - Segunda-Feira - Fugindo da Luz


“Porque todo aquele que faz o mal aborrece a luz, e não vem para a luz para que as suas obras não sejam reprovadas” (João 3.21).

É indiscutível que quem vive no pecado odeie a santidade, e quem prefere as trevas rejeita a luz, pois as trevas lhe parecem melhor. A luz quando acesa revela aquilo que estava oculto pelas trevas. Por isso é tão difícil para o homem amar a luz, uma vez que suas obras, só o referir-se a elas já é algo vergonhoso.

Todo homem tem algo do que se arrepender, alguns se arrependem hoje de quase tudo que fizeram ao longo da vida. Mas isso só é possível se este homem tiver sido convencido por Deus dos seus erros e iniquidade. Do contrário ele ainda vai continuar pensando que pecar não é tão grave assim.

Apesar de nossa natureza está absurdamente corrompida pelo pecado ainda sim resta em cada um de nós uma consciência do que agrada ou não a Deus. Esta é a razão pela qual ninguém é inocente sobre a face da terra. Por exemplo, todo o ser humano sabe que matar é algo errado. Isso é algo absoluto em todas as culturas e nações. Mas por que mesmo tendo este conhecimento o número de homicídios no mundo inteiro não diminui? Exatamente porque “conhecer” não significa “ser capaz de obedecer”. Dessa forma vemos o quanto a vontade do homem é escrava e impotente diante da tirania do pecado.

Mas só pode haver duas atitudes possíveis quando a luz Divina brilha sobre os corações corruptos e iníquos dos homens: Ou eles fogem, para que suas obras não sejam conhecidas, ou eles se envergonham e humilhados pedem o perdão e a graça de Deus. Aqueles que fogem, fogem porque sabem que a verdade está contra eles, mas preferem as trevas, amam o pecado e se entregar a ele, mas aqueles que se sente fustigados por seus delitos clamam por misericórdia e uma chance para escaparem da iminente condenação. Estes são os que amam a luz e são feitos luz para iluminarem a si mesmos e a outros também. São estes os escolhidos do Senhor.

Versículo para memorizar...
“Se dissermos que temos comunhão com ele [Deus] e andamos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade” (1ª João 1.6).

Pb. Samuel

Comentários

Muito profunda Pr.Samuel essa reflexão,Deus abençoe seu ministério,abraços...