25 de agosto de 2011

Posted by Samuel Balbino | File under : ,

“Lembra-te quão breve é meu tempo; pois criarás em vão a todo filho do homem?” (Salmo 89.47).


O homem está constantemente procurando meios para obter longevidade. A ciência se empenha de todas as formas para conseguir aumentar a vida humana e se possível fazê-lo viver eternamente. Mas esta é uma faceta que nem milhões de anos de estudos poderá alcançar. Somente Deus é eterno em Si mesmo, e todas as suas criaturas dependem da ordem dele para continuarem ou não existindo, seja no mundo físico ou espiritual.

Por mais que busquemos hábitos saudáveis ou nos esforcemos por levar uma vida sem stress e inquietações, isso não nos garantirá uma vida longa e duradoura. Foi o próprio Deus que determinou a tempo de nossa estadia aqui. Vemos no Gênesis o Senhor sentenciando o homem a viver no máximo cento e vinte anos, ninguém pode viver mais que isso, e nem todos chegam aos noventa. O que devemos prestar atenção não é em quanto vivemos, mas como vivemos. Sabemos que a vida é curta, já dizia o salmista “breve é meu tempo”. Aqueles que chegam em avançada idade concluem da mesma forma, “breve é meu tempo”. Então, o que devemos fazer? Devemos aproveitar esse “breve tempo” para fazermos aquilo que é útil e honrado. Há pessoas que desperdiçam toda a sua vida em coisas fúteis e inúteis.

Nós, porém, que recebemos a Cristo como Nosso Senhor, temos planos muito melhores agradáveis a nosso respeito. Não fomos criados em vão. Nada foi. Até mesmo aquele que passa pela a vida e a desperdiça. Mas nós temos que fazer valer à pena nossa peregrinação. E o modo melhor de fazer isso é servindo a Deus em novidade de vida. Quem dedica seu viver ao Criador está aproveitando da melhor forma possível sua estadia aqui. Está juntando um tesouro no céu e angariando para Si um galardão e peso de glória acima de toda comparação.

Aproveitemos o nosso breve tempo vivendo e frutificando para aquele que nos comprou por alto preço, e nos determinou um futuro glorioso ao seu lado.

Versículo para memorizar...
“Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia” (2ª Timóteo 4.8).


Pr. Samuel

0 comentários: