27 de abril de 2011

Posted by Samuel Balbino | File under : , ,

 
 "Falo como homem, por causa da fraqueza da vossa carne. Pois assim como apresentastes os vossos membros como servos da impureza e da iniqüidade para iniqüidade, assim apresentai agora os vossos membros como servos da justiça para santificação" (Romanos 6.19).


Para o apóstolo Paulo fazer esta declaração ele devia conhecer muito bem o conteúdo do que estava dizendo. “Falo como homem”.  Ele devia saber com certeza como a nossa natureza se comporta. Paulo era um ser humano, e como qualquer outro, também enfrentava tentações. Não podemos conceber que ele se diferenciasse de nós a esse respeito. Por esta razão ele faz questão de frisar bem a sua humanidade. Em outras palavras, era como se o apóstolo estivesse dizendo: “Olhem, eu também sou humano, já fui muito tentado igual a todos vocês, então eu sei como nossa carne é fraca”.

Na minha opinião a luta do crente contra a sua carne é a mais simples de todas, porém a que mais exige força de vontade. Digo isso porque todas as nossas grandes batalhas já foram vencidas por Cristo na Cruz. O que cabe a nós é esta mínima parte, a qual o Senhor nos têm dotado de armas para podermos lutar, e equipados com elas e a nossa força de vontade seremos imbatíveis nesta guerra (Efésios 6.10-18).

Na parte seguinte o apóstolo se utiliza de uma comparação para nos ajudar em nosso combate diário. Ele traz à memória o comportamento do homem regenerado antes da conversão para poder exemplificar como deve ser o seu agir hoje na presença de Deus. Assim como nos entregávamos ao pecado antes, de modo que não tínhamos nenhum interesse ou ação em favor de Deus, agora precisamos nos entregar a santidade de tal modo que isso nos leve a perder o interesse e disposição por toda aparência do pecado.

Textos para meditar:
Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça” (Romanos 6.14).

“Porque esta é a vontade de Deus, a saber, a vossa santificação: que vos abstenhais da prostituição, que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santidade e honra, não na paixão da concupiscência, como os gentios que não conhecem a Deus” ( 1ª Tessaloniceses 4.3-5).

“Exterminai, pois, as vossas inclinações carnais; a prostituição, a impureza, a paixão, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vêm a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; nas quais também em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas; mas agora despojai-vos também de tudo isto: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca; não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do homem velho com os seus feitos” (Colossenses 3.5-9).

Ir. Samuel

1 comentários:

Vivendo pela Palavra de Deus!!! disse...

Uma coisa que precisamo crer é que o nosso Deus já nos deu todos os recursos que precisamos para viver em santidade, mas acredito que o maior problema está porque se vive mais pelos sentimentos do que pela fé. Lendo Romanos 6 ,7 e 8 podemos ver a nossa nova identidade Deus nao nos pediria nada que antes não tivesse dado condições, glórias a Deus por isso, há poder disponível para os que crêem. Efesios 1:17-19

Pr. Samuel uma bao noite!!!