Pular para o conteúdo principal

Cabelos Numerados - Rev. Charles H. Spurgeon



“Até os cabelos da cabeça de vocês estão todos contados” (Mateus 10.30).

Quanto o Senhor Jesus considera os nossos temores! Ele sabia que seu povo seria perseguido e buscava alegrá-los.
Que doce e familiar a maneira como ele colocava as coisas! Ele condescende em falar sobre os cabelos de nossa cabeça. Aqui está um provérbio, simples nas palavras, mas sublime no sentido. Parece que vemos quatro coisas nesta sentença.

I. PRÉ-ORDENAÇÃO.

O texto pode ser lido, “têm todos sido numerados.”
É do passado bem como do presente.
1. Sua extensão. Predestinação se estende a tudo.
- Todo o homem; seu ser como um todo é conhecido. “Foram escritos no teu livro” (Sl 139.16).
- Tudo o que diz respeito a ele já é conhecido, até o seu cabelo, que pode ser raspado sem prejuízo à vida ou saúde.
- Tudo o que ele faz, mesmo o mínimo e mais casual pensamento, ou ato.
- Tudo o que ele passa. Pode afetar os cabelos e mudar sua cor, mas cada fio de cabelo grisalho por tristeza é numerado. A fonte disso. O contar é feito pelo Senhor.
2. Suas lições. Jesus menciona esta ordenação com um propósito.
- Para fazer-nos corajosos sob provação.
- Para ensinar-nos a ser submissos.
- Para ajudar-nos a ser esperançosos.
- Para induzir-nos a ser alegres.
3. Sua influência. Enobrece-nos sermos assim predestinados de minuto em minuto.
Se Deus planeja até nossos cabelos, somos mesmo honrados.
Ser o assunto de um propósito divino de graça é uma glória.

II. CONHECIMENTO.

Somos conhecidos tão bem até a ponto de ter nossos cabelos contados. Com respeito a este conhecimento divino, vamos notar:
1. Seu caráter
- Preciso: “Os próprios cabelos de sua cabeça.”
- Completo: O homem todo, espírito, alma e corpo, é assim seguramente bem conhecido pelo Senhor onisciente.
- Preeminente. Deus nos conhece melhor do que nós nos conhecemos, ou do que outros nos conhecem, pois nem nós nem eles já contaram os cabelos de nossa cabeça.
- Terno. Assim a mãe valoriza cada fio de cabelo de sua filha querida.
- Simpatizante. Deus entra nas preocupações, nos anos e nas doenças que os cabelos de um homem registram.
- Constante. Nem um cabelo cai de sua cabeça sem Deus.
2. Suas lições.
- Com respeito à consagração, somos ensinados que nossas partes menos preciosas são do Senhor, e são incluídas no inventário real. Não usemos nem nosso cabelo para a vaidade.
- Com respeito à oração. Nosso Pai celeste sabe de que coisas nós necessitamos. Nós não oramos para informá-lo de nosso caso.
- Com respeito às nossas circunstâncias. Estas estão diante da mente divina, sejam pequenas ou grandes. Visto que matérias pífias como nossos cabelos são catalogados pela Providência, estamos assegurados de que maiores assuntos estão diante dos olhos do Pai.

Fonte: Capítulo 41 do excelente livro Esboços Bíblicos – Volume 2, de Charles H. Spurgeon, publicado pela Shedd Publicações.

Comentários

Olá Samuel,

Graça e Paz!!!

Encontrei seu blog no blog da Valquiria (Sonhos de Deus).Já nos tornamos seus seguidores.

Vou ler suas postagens e acompanhar suas matérias.

Gostei muito do seu blog.

Deus abençoe,
Qdo puder nos visite.
http://herdeirosdedeushd.blogspot.com/

Abraços
Suely